segunda-feira, 6 de abril de 2009

Weekend


E daí que fez um sol ardido aqui no Rio no fim de semana. 
Juba estava todo animado por que íamos assistir a Volvo Ocean Race direito de um barco na baía de Guanabara. Não mencionei isso ainda, mas aproveito a oportunidade: 
- Eu adoro barcos!!! ...... 
:
:
:
:
EM TESE!

Como assim? Pois é, eu acho tudo lindo, adoro os veleiros, acho a coisa mais bonita o barco indo com a vela, ao vento, aquele silêncio, aquela paz. MAS....

- Eu fico mega, master, ultra, hiper, supra enjoada!! Bode total!

E toda vez que a gente vai (o Ju ama, mas (por minha causa) não vamos muito) eu faço aquele trabalho psicológico-espiritual tipo: Hoje eu não vou passar mal, hoje eu vou aproveitar o passeio, hoje eu vou sorrir espontaneamente e não vou dar vexame!

E foi nesse espírito que eu fui no sábado!!! Permaneci assim ao longo do trajeto (mínimo) do Yatch Clube até as proximidades da Marina da Glória e tudo bem. Aí recebo a notícia de que nós paramos em um ponto e lá mesmo íamos permanecer nas próximas 4 ou 5 horas.

Me acalmei e pensei no meu pai, que é um querido e a pessoa mais self-controlled que eu conheço... só pensei nele falando: Filha, olha que passeio lindo, olha que beleza! Controle sua ansiedade, você está tendo uma oportunidade maravilhosa, ver o Rio de Janeiro do mar, olha que incrível e etc. Voz do Dr. R. ecoando na minha cabeça.

Fui lá pra frente numas de "vou tomar um sol e aproveitar o dia". Não rolou muito pois eu estava fritando. Fui pra sombra, fiquei folhando uma revista, nenhuma brisa, aquela sensação de 40 graus... até que...

Pergunto pro Juba: 
- E aí Juba, 13:30, a regata não vai começar? 
E ele pacientemente responde:
- Pois é, tá sem vento.

Isso foi fatal!!! Aquela sensação: tá sem vento, ferrou! A regata não vai começar, a gente vai passar literalmente o dia inteiro com o barco parado, balançando (eu sei que o balanço é leve, mas pra quem enjôa o que interessa é que tá balançando!), já me vi passando mal, dando vexame, vomitando no mar com aquela galera dos outros barcos olhando, ahaha...

O Ju sacou e disse: 
- Fê, se vc quiser ir embora, a hora é agora! A gente te leva de volta rapidinho, aproveita que a regata não começou!

Eu titubeei, mas concluí que era melhor voltar pra terra firme! Resultado, abandonei o barco, literalmente...

Meus agradecimentos ao Comandante, que tá cansado de me ver enjoada no barco, mas continua a me tratar com a maior camaradagem e paciência! Nem eu acredito!!! Sorry! Juro que da próxima vez carrego no Stugeron e ainda levo um Rivotril pra me apagar na hora do aperto!


Isso foi antes! Quando eu ainda estava pagando de gatinha, achando que sou suuuper do mar...


Abaixo as fotos do Juba,  que realmente viu a Volvo Ocean Race!






5 comentários:

Ana disse...

nossa... que coincidência... estou aqui na madruga navegando por blogs de casamento e eu tbm estava na volvo este final de semana... moro em sp, mas fui ver a regata pq meu marido eh velejador... coincidencia engraçada... o detalhe eh q eu não enoo... então, aproveitei bastante. bj, ana.

Georgia Zeringota disse...

Fefe, faz o seguinte da próxima vez: me chama....Eu juro que vou fazer vc esquecer do balanço do mar com as minhas histórias paulistanas...hehehehe

Não conhecia seu blog... estou me divertindo aqui.

Bjssssssssssss

Olly disse...

Fe, eu não enjoo mas que tal um dramim flor?

beijos

escritoteca disse...

hauhauhauha, poxa vida! Sinto muito por ter ficado enjoada!!
Sabe, eu tenho bastante medo de mar....deve ser infantilidade mim, mas realmente me sinto muito mal em não ver a terra firme por muito tempo.
Quando viajei para a Europa, o fato de sobrevoar por mais de 10 horas somente água fez com que eu tomasse 3 drammins (não sei se é mesmo assim que escreve) e somente acordar em Lisboa, com cara de viciada em substâncias entorpecentes....rs, não sei como passei pela alfândega com aquela cara, mas enfim!...rs, tomara que da próxima vez vc melhore!!

Primeira vez aqui...devo dizer, achei seu blog muito simpático!
Bom feriado!

Carol disse...

Eu sempre enjôo em barco, na minha época aventureira (onde eu fazia rappel e mergulhava) era conhecida como a "Carol vomitinho". Sempre passei muito mal em barcos, um inferno!
Já tentei de tudo: dramin no dia, dramin na véspera, dramin na véspera e no dia, não comer nada, comer normal antes, não beber líquidos, e NADA ADIANTA.
Uma amiga do trabalho velejadora disse que tem um remédio americano que é um adesivo que vc cola atrás da orelha e não enjoa por nada.
Preciso descobrir o nome para comprar.