terça-feira, 16 de setembro de 2008

Vestido, uma questão de estilo?

Acabei de ler no blog da Constance Borges (http://bemcasadas.blogspot.com) o que o pessoal que frequenta achou dos vestidos da Sandy e da Juliana Paes.
É tão bom ver as opiniões de "gente como a gente" e não de entendidos, amigos, vips, globais, whatever... Achei legal por que a Constance, colocando um post sobre isso, abriu a discussão e achei muito engraçado como concordo com algumas coisas:

1. Em primeiro lugar friso que sou uma pessoa master democrática (ao menos faço o possível pra ser... minhas amigas que eventualmente leiam isso estarão aí pra dizer se é verdade), desse modo sou a favor do cada um faz o que pode, o que quer, evidentemente sem atrapalhar o outro.

2. Quando a pessoa escolhe o vestido de noiva acho que ocorre um fenômeno muito engraçado: A noiva tem a oportunidade de ser a maior ditadora de todas, afinal, sonho é sonho, cada um tem o seu, por mais maluco que ele seja. O estilista até dá umas opiniões, firmes ou aqui e ali, mas muitas vezes o que vale é o que a noiva quer e aí... segure-se quem puder (não era para rimar, gente, sorry, agora já foi!). Escolhido o modelo e chegada a tão sonhada hora do casório, os convidados tem aquela sensação (obrigação) de dizer que a-do-ra-ram o vestido (para os mais próximos da noiva, claro; por que bastou abrir a porta da igreja já tem gente pichando a coitadinha pro vizinho... - normal! Todo mundo faz isso!). 
Mas o fato é que apesar de cada um ter seu sonho, sou partidária de que o bom senso e conhecimento do próprio corpo e do próprio estilo são fundamentais! E isso falta de vez em quando...

3. Vamos aos exemplos globais: Achei também (como muitas das bloguetes do bem-casadas) que o vestido da Juliana Paes era a cara dela (o que é bom - acho isso bem importante - não é por que vai casar que tem que se transformar em outra pessoa, ou pior, se fantasiar). Mas não entendi aquele detalhe nas costas nem aquele decote da frente que parece que o peito foi levantado até onde dava e faltou o recheio... acho que é dispensável o tão comum apelo sensual. Tb achei que ela é tão bonita, mas o cabelo não a valorizou. Enfim, ok, cada um na sua. Acho que ela fez bonito por que estava de acordo com o estilo dela.
A Sandy também estava de acordo com o estilo dela, mas nesse caso tb concordo lá com as meninas, que faltou um pouquinho de link entre o corpo e o vestido... costumo adorar os vestidos da Emannuelle Junqueira, mas achei que o ombro desvalorizou muito o conjunto, pq a cabeça ficou muito em evidência... Acho que às vezes falta um olhar "macro", buscando uma solução que valorize o que tem que valorizar e disfarce o que precisa ser disfarçado. Again, estava feliz, tá valendo!

4. Mas na minha opinião a noiva mais linda da vez foi a bem menos comentada Anna Sophia Folch (que está na novela das seis). Lindo o vestido (tb da Emannuelle Junqueira), ficou lindo no corpo dela, teve tudo o ver com o local e horário da cerimônia e enfim, ela que já e uma graça, ficou ainda mais linda. Pontos pra Anna Sophia! Sou muito a favor das pessoas low profile! Reparem que normalmente são as mais elegantes!

2 comentários:

Jamile disse...

Querida!!
Seu blog está mto legal, viu?? Venho sempre aqui dar uma espiadinha, pra matar um pouquinho as saudades de vc!
Da próxima vez que estiver em SP, vamos nos ver??
Beijo enorme!!

Fê Yazbek disse...

Jamils, fico feliz por estar gostando!
Aliás, já tá na hora de vc aproveitar essas poucas dicas que coloquei aqui, hein? Rsrsrs... Vou dar um toque no Beraldo!
Beijos, querida